Águas Profundas - Waterdeep

Estava dando uma revisada no material do site, e alguns andam fora dos objetivos que quero, que é traçar um paralelo entre o RPG e o Spellfire, para que as pessoas possam compreender de onde surge cada carta que utilizamos em jogo. O texto que tinha colocado aqui tinha retirado de um outro site, mas ele não estava bem da maneira como queria, por isso estou fazendo a edição do mesmo, deixando mais com a “cara” do nosso site.

Para as pessoas que possuem o deck de cartas em português vão conhecer este reino mais como Águas Profundas, já quem joga somente com as cartas das edições em inglês vai conhecê-la como Waterdeep.

Waterdeep

Carta do Reino no Spellfire

Este foi a primeira carta do deck de Forgotten Healms, o desenho foi criado por Dennis Kauth. Retiradas dos livros de Forgotten, esta cidade no RPG é a mais importante e influente cidade da região Norte do mundo de Forgotten, ela se encontra em uma região mais conhecida como Faêrum e é considerada um forte centro comercial.

As águas de seus portos são demasiadamente profundas, por isso a cidade ganha este nome, e com isso transformou a cidade em um ponto de encontro das civilizações mercantes da região.

Águas Profundas foi mencionada, não como uma cidade, mas como um aglomerado de feudos, há mais de 400 anos. A comunidade estabeleceu-se como tal apenas em 1032 CV, o ano em que Ahghairon tornou-se o primeiro Lorde de Águas Profundas e quando o Cômputo do Norte começou a ser contado.

A região cresceu espetacularmente, tanto que em 1248 CV a Cidade dos Mortos e as guildas já haviam sido restauradas. Os mestres dessas guildas tomaram o controle pouco tempo depois, durante um período de impunidade e conflitos cruéis conhecido como a Guerra das Guildas, que só terminou quando os dois mestres sobreviventes tiveram o seu período de domínio.

(Imagem:Adventurer´s guide to the city: Book III of City of Splendors)

(Imagem:Adventurer´s guide to the city: Book III of City of Splendors)

Apenas em 1273 CV é que o atual sistema de governo foi instituído. Neste ano estabeleceram-se os Magistérios e os secretos Lordes de Águas Profundas Desde essa época, a cidade tem crescido e prosperado continuamente. Humanos e membros de outras raças vêm de todos os Reinos para comerciar na Cidade dos Esplendores. Ao longo dos anos, esses bem-sucedidos comerciantes instalaram suas próprias guildas, tornando-se parte da nobreza e dando suporte financeiro aos Lordes de Águas Profundas Estes policiam a área, ainda que sutilmente, pois a região também conta com a guarda municipal (soldados), sentinelas urbanos (polícia) e cerca de vinte magistrados, usando mantos negros. Como resultado, Águas Profundas abriga diferentes raças, religiões e estilos de vida, o que tem estimulado o comércio, além de tornar a cidade imensa e eclética.

E O JOGO?

Bom essa é a pergunta que muitos devem estar fazendo agora, o que isso tudo tem a ver com o jogo?

O poder do reino é “Qualquer campeão pode conjurar magias quando defender Waterdeep”. Esta carta foi publicada 4 vezes, nas edições “0”, “1”, “2” e “3” e ao contrário de algumas cartas o poder dela se manteve como a original em todas as edições.

Talvez o poder que o reino dá aos seus campeões de fazer uso de magia, possa estar ligado com a cultura do lugar, como a população é bem miscigenada, nesta mistura de culturas os campeões podem ter aprendido alguns “truques” de magia para se defenderem.

Tanto que como o guia nos traz, os campeões só podem conjurar magias em combate e também, estas devem ser magias de combate.

Com o número de cartas publicadas no jogo, este reino passa longe de ser um bom reino para estar nos decks, mas para algum jogador novato, que esteja pintando por ai ele pode ser uma boa pedida, se você não possui uma gama de cartas tão grande quanto gostaria.

Se você for montar um deck de magia, e por algum motivo tiver um ou outro campeão incapaz de conjurar magias, é neste momento que o reino entra em ação, pelo menos nas batalhas para defender seu império o reino capacita os campeões a conjurar as magias que talvez você tenha em mãos.

mulmaster

mulmaster

Você ainda pode combinar algumas cartas para que consiga tirar algum proveito da situação, como por exemplo anexar uma Fortaleza chamada Mulmaster, que faz com que você ganhe uma carta todas as vezes que uma magia é conjurada por alguém. Com isso você pode fazer uso de todas as magias em mãos no momento da batalha e ainda assim repor as cartas perdidas, ficando no final com o mesmo número da cartas de quando iniciou a batalha, ou ainda ficar com mais cartas, se mais alguém também fizer uso das magias.

Várias outras cartas podem ser combinadas ainda com este reino, para deixá-lo de forma mais atrativa para o jogo, tudo é uma questão de estratégia.

Crie você a sua, e mande aqui nos comentários para nós!

Grande abraço