Dragão Azul

Dragão Azul - o terror dos desertos

No último post que coloquei sobre os dragões http://www.fabiorezende.com.br/?p=255 disse que traria a continuação falando sobre cada cor de Dragão em particular, e o site tem tido muita visita de pessoas de fora do Brasil, e o post mais visitado indiscutívelmente é esse falando sobre os dragões,  e tem chegado muitos emails pedindo a continuação, então aproveitando o gancho que o pessoal tem me dado resolvi colocar a mão na massa, ou nas escamas como preferirem, e continuar nossos posts sobre Dragões. A cor dessa semana é o Azul.

Formas peculiares

Os espécimes azuis são quase que metrosexuais, então não precisa ficar com vergonha se você passa esmalte nas unhas ou depila as costas, até os dragões são vaidosos! E extremamente territoriais, gostam de lugares quentes e áridos, como os desertos. Esse bichão defende o território de qualquer oponente em potencial, quer sejam outros dragões ou qualquer outro tipo de monstro.

Com uma facilidade tremenda para escavar na areia, ele assim o faz para atingir cavernas e túneis escondidos, e não ligam muito se a entrada de sua toca ficará ou não livre de areia já que podem atravessá-la de forma fácil, e muitos até gostam de bancar o tatu e tampam suas tocas com areia quando vão dormir ou quando saem para patrulhar a região.

Distinguem-se de outros tipos de dragões por suas extraordinárias orelhas com rufos e um único chifre maciço na testa. Fileiras de chifres menores ladeiam as cristas das sombrancelhas do dragão, para trás das narinas ao longo de toda o comprimento da cabeça. As escamas do dragão azul variam de cor, desde um azul celeste até um azul bem escuro e profundo, e são polidas pela areia do deserto até ficarem luminosas na grande maioria dos casos.

Dragao azul

quem encara um desses?

Um dragão azul sobrevoando alguém pode ser facilmente distinguido de um dragão de latão, por que tem asas como a de um morcego, que tem polegares alâres curtos e um desenho sarapintado ou mosqueado, praticamente um batman em tamanho gigante. Tem também um pescoço curto e grosso e a cauda grossa e chata.

O Dragão Azul mais velho da área age como chefe supremo de todos os outros azuis menores que vivem na região, apesar que qualquer outro pode desafiá-lo pelo “posto”, o que raramente acontece. Na prática se você é um dragão azul e não está contente com o chefão, vai bater asas em outras redondezas e deixa o lugar sem causar confusão.

Mas é na hora do combate que o bicho pega, e é por essas e outras que sou fã desses bichinhos, o dragão azul tem todo um plano de ataque e defesa elaborado que pode pegar de surpresa até mesmo os mais preparados. Eles ficam enterrados na areia até que o oponente chegue próximo a 30m de distâcia, saindo em seguida como uma bala e atacando-os pelo ar. Os mais velhos tem uma habilidade especial chamada de “Terreno Ilusório”, em conjunto com essas habilidades eles camuflam a área onde estão, aumentando ainda mais o poder de surpreender o adversário.

Dragão Azul

Dragão Azul - o terror dos desertos

Quando espionam alguém que acreditam ser inteligentes, geralmente usam a ventriloquia para despista-los e dividir grupos. E o pior, eles só se afastam de uma batalha se estiverem extremamente feridos, já que consideram tal ato como uma demonstração de covardia sem tamanho.

Ou seja, se você der de cara com um dragão desses em um campo de batalha, é melhor estar preparado e de preferência com um clérigo do lado, por que o bicho com certeza vai pegar e você vai sair machucado dessa ;P

Semana que vem trago um pouco mais sobre os dragões brancos, espero que estejam gostando!

abraços

PS: dados retirados do “livro dos dragões”