Promo

Cartas Promo

A alguns dias coloquei aqui que estávamos abrindo o período das artes para as cartas Promo 12 e 13, para o campeonato nacional deste ano. Como até agora ninguém se pronunciou em desenhá-las e como todo ano eu procuro dar minha contribuição, estou lançando em primeira mão aqui a arte que fiz para a promo número 12 deste ano.

Procurei variar das últimas que fiz, onde fazia basicamente campeões. Este ano fiz um artefato, que a tempos queria fazer. trata-se da junção de um Dragão com uma espada. Ambos com poderes extraordinários. Mas como é de praxe, faço a arte e deixo os poderes para o pessoal colocar. Apenas passo a seguir o background da carta para que possam montar seus poderes com o contexto da mesma.

The Vorpal Dragon

The Vorpal Dragon

Background:

Conta-se a lenda que no grande Cataclismo ocorrido em dragonlance, quando o rei sacerdote de Istar exgia que os poderes dos deuses fossem todos concedidos a ele, várias batalhas ocorriam paralelamente ao evento. Batalhas cada vez mais sangrentas,lideradas pelos cavalheiros de dragões. Heróis estes tanto para o bem quanto para o mal, verdadeiros instrumentos de batalhas, cada vez mais decisivos para uma vitória.
Havia um lorde, cavalheiro de dragão chamado Davkas Swordhand que, empunhado de sua espada vorpal foi para o que seria sua batalha final. Batalha essa contra o sumosacerdote de Tiamat, o grande Dragão Verde Gradak.
Uma verdadeira batalha Épica ocorreu naquele local, guerrearam até suas forças e poderes não aguentarem mais, Davkas sabia que bastaria um único golpe certeiro com a sua Vorpal para decepar o terrível dragão. Após muitas tentativas em meio a batalha, finalmente Davkas acerta o golpe fatal.
Tiamat vendo o fracasso de seu sacerdote o condena na mesma hora. Fundindo sua cabeça com a espada que o matara e condena Gradak por toda a eternidade fazer parte deste novo “artefato”, lutando, protegendo e dando todo seu poder para a Vorpal.
Passado o Cataclisma nunca mais se ouviu falar de Davkas, ninguém sabe seu paradeiro nem ao menos se ainda está vivo ou não.
O que houve-se por ai é que a era dos cavalheiros de dragões é chegada ao fim, e que um novo e poderoso artefato está perdido neste mundo. Capaz de criar uma nova era, boa ou má, dependendo de quem a controlará.
——-

Sobre a arma:

A vorpal é uma espada muito poderosa, com um único golpe é capaz de rancar cabeças.
Gradak se mantem vivo, ainda que somente com a cabeça. Ele é capaz de ver os perigos antes mesmo do seu possuidor, nunca é pego de surpresa mesmo que para isso tenha que mover seu possuidor com um golpe de defesa.
Seus nervos, veias e tendões que saem da cabeça se “fudem” no braço do possuidor desta arma. Ficando assim um só com seu dono.
Não tem a capacidade de falar, mas por vezes comunica-se com o dono através dos olhares e por um canal de telepatia se assim o quiser.
O campeão que a possui pode usa-la e “remove-la” do braço quando quiser, mas ela nunca é rancada a força, a não ser que este tenha o braço arrancado.
O dragão deu à vorpal o poder da magia, subiu seu nível de ataque, deu a ela a resistência dos dragões e o poder a seu controlador de se tornar um cavalheiro de dragão.